Comunicação |

Notícias

Goleira Keka usa experiência com as mais jovens do elenco alvirrubro

25/09/2020 ás 09:30 - Sexta
Matheus Cunha / Comunicação CNC
Imagem

Quando o assunto é experiência no elenco feminino alvirrubro, a goleira Keka é uma das referências. No clube há cinco anos, a arqueira disputa, em 2020, o seu terceiro Brasileirão. Rodagem importante para um grupo formado por atletas jovens.

Keka chegou ao Náutico em 2016. Já disputou Campeonato Pernambucano, Copa do Brasil e Brasileirão. Além de goleira, a pernambucana divide o seu tempo com os estudos. Ela cursa fisioterapia numa faculdade particular do Recife.

"É bem cansativa essa dupla identidade de estudante e atleta. Às vezes eu saio do treino correndo para ir até a faculdade, durmo tarde e tenho que acordar cedo para treinar. Quando é algo que você ama, você tem que fazer esse sacrifício. Eu quero estar ali porque me faz bem. Faço por amor", explica.

Apesar de jovem, uma das marcas do elenco alvirrubro é a força de vontade. Segundo a goleira, o período é de adaptação e conhecimento para as meninas que estão chegando ao Timbu.

"O nosso grupo nesta edição é novo e tem muito a oferecer. São meninas que, de certa forma, têm pouca experiência. Em contrapartida, elas têm muita força de vontade para acrescentar qualidade ao elenco", completa.

Além de Keka, outras cinco jogadoras estão no Náutico desde 2016: a lateral-esquerda Luana, a volante Marcela, a meia Ingrid, e as atacantes Popó e Lawana.

"Tenho evoluído bastante nesses cinco anos. Carrego comigo a responsabilidade de ser uma das mais antigas do grupo. Isso me motiva muito", conclui.

O time feminino do Náutico vem treinando no CT Wilson Campos quase que diariamente, visando a retomada das competições. O próximo compromisso alvirrubro é no dia 25 de outubro, contra o Sport, pela segunda rodada do Brasileirão A2. As alvirrubras estão no Grupo C da competição ao lado do Bahia, Auto Esporte/PB, Cruzeiro/RN e Uda/AL, além do próprio Sport.

Outras notícias