Comunicação |

Notícias

Luanderson e Paiva são apresentados no CT Wilson Campos

14/01/2020 ás 17:33 - Terça
Matheus Cunha / Comunicação CNC
Imagem
Crédito: Léo Lemos / Comunicação CNC

Seguindo o ritmo de apresentação de novos atletas, o Náutico apresentou, nesta terça-feira (14), o volante Luanderson e o atacante Paiva, no CT Wilson Campos. O primeiro é pernambucano, natural do município de Belém de São Francisco, no Sertão, e se emocionou ao falar sobre a sua chegada ao Timbu. Já Guilhermo é paraguaio e atuará pela primeira vez no Brasil.

Mesmo sendo natural de Pernambuco, Luanderson nunca vestiu a camisa de um clube do Estado. Iniciou a sua carreira no Vitória e depois rodou por diversos clubes. Ele estava no Avaí, antes de vir para o Timbu. O jogador se emocionou diversas vezes ao falar sobre o momento que atravessa na carreira e todas as dificuldades que enfrentou até desembarcar nos Aflitos.

"Fico feliz e emocionado de estar jogando no meu Estado e em um time de massa. Há três anos eu pensava que não ia jogar mais. Só tenho a agradecer a todos pela oportunidade. Cada dividida de bola para mim será um prato de comida. A minha família depende disso", afirmou.

O desejo de atuar no Náutico surgiu desde a primeira ligação feita pelo Timbu. O jogador tem parentes e amigos alvirrubros, que já planejam cruzar o Estado para poder ver o volante atuar.

"Na primeira ligação que eu tive, fiquei feliz. Era uma oportunidade de jogar no meu Estado. Era a melhor coisa a se fazer. Recusei outras propostas e dei preferência ao Náutico", completou.

Já Paiva aposta na versatilidade em campo para buscar uma vaga entre os 11 iniciais. O jogador definiu o futebol brasileiro como "dinâmico" e se espelha em Jimenez e Ortigoza, outros dois paraguaios que passaram pelo Timbu, para trilhar um caminho de sucesso no Recife.

O paraguaio, apesar de ter apenas 22 anos, possui bastante experiência no futebol. O jogador passou pelo Olimpia, no seu país, e disputou em 2019 a Libertadores, pelo Zamora, da Venezuela. Chegando ao terceiro país na carreira, o atacante vem se adaptando bem ao Brasil.

"O elenco é muito bom. Tenho ótimos companheiros. Todo mundo me recebeu muito bem e estou feliz com o grupo. Conversei algumas vezes com Dal Pozzo e ele disse está contente comigo. É um grande treinador", finalizou.

Outras notícias