Comunicação |

Notícias

Buscar notícia

Procurar

Náutico perde e não vai à final da Copa do Nordeste

09/05/2019 ás 21:15 - Quinta
Imagem
Crédito: Léo Lemos/ Comunicação CNC.

O Náutico lutou até o último minuto, mas um gol aos 44 do segundo tempo tirou a chance do Timbu ir à final da Copa do Nordeste. Os alvirrubros perderam por 2x1 para o Botafogo, na noite desta quinta-feira (9), no Almeidão e, a partir de agora, tem o foco na Série C, competição em que recebe o Ferroviário, no próximo domingo (12), nos Aflitos.

O Botafogo ensaiou uma pressão no início do jogo, respaldado pelo fato de estar jogando em seus domínios. Mas o Náutico já estava mais do que calejado de tantos bons jogos na condição de visitante e soube esperar o momento certo para segurar e depois equilibrar as ações. Tanto que, aos sete minutos, Wallace deu o primeiro susto num chute de fora da área, numa posição bem semelhante àquela em Campina Grande, quando marcou em cima do Campinense. Desta vez, a bola foi para fora.

O artilheiro alvirrubro ainda teria mais duas boas oportunidades de abrir o placar. Aos 14, Lucas Paraíba estava ligado e impediu a saída do adversário no contra-ataque. Encontrou Odilávio entrando pelo lado esquerdo da área em condição legal e rolou na medida. O camisa 11 cruzou rasteiro e Wallace perdeu o tempo da bola.

A terceira tentativa veio por cima. Luiz Henrique avançou pelo lado esquerdo e mandou na cabeça do capitão alvirrubro. Ele cabeceou seguindo o manual: forte e para baixo. Mas Saulo caiu bem e mandou a escanteio.

Na volta para o segundo tempo, o time da casa tentou repetir a receita e conseguiu abrir o placar aos dez minutos, com gol de Nando. Mas o Timbu nem deixou os paraibanos comemorarem muito tempo. Tarcísio Martins, que acabara de entrar, foi lançado por Wallace aos 15 minutos. Chutou rasteiro e a bola passou por baixo do braço de Saulo. Rogério ainda tentou afastar, mas ela já havia cruzado a linha fatal.

O jogo retomou o equilíbrio de sua maior parte até os 22 minutos, quando Emercino, recém-ingresso na partida, caiu na área ao encostar em Rafael Ribeiro. O árbitro marcou pênalti, mas Bruno pôs as coisas nos devidos lugares ao cair no canto certo e defender a cobrança de Fábio Alves. Aos 44, numa cobrança de falta, Juninho desviou de cabeça e a bola entrou. Camutanga ainda mandou raspando a trave esquerda nos acréscimos.

Ficha do jogo:

Botafogo–PB: Saulo, Fábio Alves, Lula, Donato e Israel; Rogério, Marcos Vinícius (Digo), Juninho e Marcos Aurélio (Emercino); Clayton e Nando (Paulo Renê). Técnico: Evaristo Piza.

Náutico: Bruno; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Assis (André Krobel); Jiménez, Luiz Henrique, Wagninho e Lucas Paraíba (Tarcísio Martins); Odilávio (Rafael Oliveira) e Wallace Pernambucano. Técnico: Márcio Goiano.

Local: Estádio Almeidão, em João Pessoa (PB). Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN). Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN). Gols: Nando, aos dez; Tarcísio Martins, aos 15; Juninho, aos 44 do segundo tempo. Cartões amarelos: Rogério, Nando, Fábio Alves, Marcos Aurélio, Emecino, Luiz Henrique, Bruno e Jiménez.

Comunicação CNC.

Outras notícias