Comunicação |

Notícias

Buscar notícia

Procurar

Bruno vem ajudando o Náutico com grandes defesas e quer manter bom momento

11/04/2019 ás 07:00 - Quinta
Imagem
Crédito: Léo Lemos/ Comunicação CNC.

Quem disse que goleiro não ganha jogo não viu a defesa cinematográfica do goleiro Bruno quando o Náutico já vencia o Ceará por 2x0 na noite do último sábado (6), no Castelão, pela Copa do Nordeste. E sabe o que é mais incrível? Ele já fez aquilo mais de uma vez nos treinos.

“Já tinha feito aquela defesa, a gente faz bastante nos treinos, mas é claro que no jogo é outra importância, outra atmosfera. Agradeço bastante a Deus pelas bolas que estou defendendo, por tudo que vem acontecendo. Espero manter isso para sair com o título pernambucano”, disse o camisa 1, já de olho na decisão do Estadual, que começa no próximo domingo (14), nos Aflitos.

Pelo grau de dificuldade e, principalmente, momento do jogo, Bruno afirma que goleiro ganha jogo, sim. E naquele momento marcou o seu ‘gol’ para garantir o Náutico nas semifinais do Nordestão.

“Aquela defesa valeu o que seria 2x1 e se eles fizessem um gol ali a gente poderia ter tomado o empate no final do jogo, como o CRB tomou, por exemplo. Goleiro ganha jogo e ali é o gol do goleiro. Quando teve o escanteio fui acompanhando a bola e esperando alguém cabecear. Ela estava meio encoberta, mas pude fazer a defesa no cantinho”, lembrou.

Sobre a decisão que se aproxima, ele já leva na bagagem a experiência da final do ano passado e outros clássicos disputados. Lembra que as pequenas coisas pedem toda atenção para não correr riscos.

“Tem que estar bastante concentrado essa semana. A gente já jogou final e esses jogos são decididos em pequenos detalhes. Por isso temos que entrar bastante concentrados para não dar vacilo”.

Já o preparador de goleiros do Náutico, Ceará, é só elogios ao pupilo, a quem o coloca, no momento como um jogador com domínio muito bom de todos os fundamentos requeridos pela função.

“Bruno é um goleiro que tem uma velocidade de reação muito rápida, um cara que, com toda essa estatura (1,95m) consegue trabalhar muito bem por baixo e por cima. Ele trabalha muito bem tecnicamente, é muito bom de reação e, pelo momento que atravessa hoje, é um goleiro completo. Lógico que precisamos sempre estar melhorando, mas o Bruno tem muitas qualidades”, pontuou.

A lembrança da técnica apurada de Bruno nas bolas rasteiras traz à recordação outra defesa importante, novamente em jogo decisivo da Copa do Nordeste. No 1x1 contra o Vitória-BA, jogo que classificou o Timbu para as quartas de final, o camisa 1 deu um bote certeiro, tirando a bola dos pés de Neto Baiano.

Resultado de muito trabalho, de acordo com Ceará. “A gente trabalha muito essas antecipações. Simulamos com outro goleiro entrando em velocidade ou, num chute, o goleiro devolve a bola para a gente dominar e deixar escapar um pouco como se fosse o tapa na bola que o atacante dá. É uma situação que você tem que ler o jogador adversário, o movimento que o corpo dele está dizendo”, contou o preparador.

Wladmir Paulino/ Comunicação CNC.

Outras notícias