Comunicação |

Notícias

Buscar notícia

Procurar

Diretoria do Náutico faz chamamento para um futebol de paz

08/02/2019 ás 20:04 - Sexta
Imagem
Crédito: Léo Lemos/ CNC

A diretoria executiva do Náutico, em conversa com a imprensa, na tarde desta sexta (8/2), fez um chamamento a todos os envolvidos no Clássico das Emoções, o primeiro após a volta aos Aflitos, para que o futebol e a festa das torcidas seja a grande marca da partida.

O presidente executivo, Edno Melo, e o vice, Diógenes Braga, explicaram que o pedido feito pelo clube, para que o jogo tivesse torcida única, foi uma forma de alertar que só a participação de todos pode assegurar um clima de paz e segurança, sem confrontos além do esportivo. A intenção é aprofundar debate sobre o assunto.

“Nossa preocupação não é com torcidas específicas. A preocupação do Náutico é com a tranquilidade e o bem estar do torcedor de verdade, esse que acaba sendo afastado do estádio. É preciso que se mapeie a situação de violência no futebol, que só faz deturpar o sentido do que, na verdade, é um espetáculo esportivo. Jogo com uma só torcida perde o brilho. Queremos as duas torcidas, mas com segurança, e ela estará garantida dentro dos Aflitos, mas tem que ser nos arredores também”, ressaltou.

Diógenes lembrou do simbolismo deste jogo, o primeiro clássico após a reabertura dos Aflitos, reiterando a idéia de que o Náutico quis trazer à tona uma discussão sobre as melhores formas de se evitar violência.

“Fizemos a solicitação com este objetivo principal, provocar um debate para avaliarmos se, de fato, seria necessária a torcida única ou as autoridades entendem que o aparato utilizado garantirá um jogo apenas de pontos positivos. Conversamos com Tininho (Constantino Júnior, presidente do Santa Cruz) e fizemos questão de explicar a situação, que foi entendida por ele. O que se faz aqui é um chamado para que se promova a paz nos estádios e se entenda que não é obrigação apenas das entidades ou clubes, é responsabilidade de todos.”

PARCERIA
Na mesma ocasião, o presidente alvirrubro anunciou o retorno da parceria com a empresa de alimentos Turquesa, que estampará seu nome nas camisas. O vínculo terá duração de um ano e, de acordo com o presidente-executivo, Edno Melo, reforça o resgate da credibilidade do clube.

“Isso mostra o projeto de gestão que o Náutico está tendo. Mostra o zelo, a credibilidade do nome Náutico e o mercado reagindo e acreditando na gestão do clube”.

A executiva de marketing da Turquesa, Lays Benjamin, lembrou que o clube foi a porta de entrada da Turquesa no futebol pernambucano e a mais nova empreitada foi construída pelo projeto apresentado.

“A nova gestão tem um projeto para o Náutico e é um momento muito oportuno da marca estar junto de uma gestão séria, que tem um projeto de futebol. A gente vê que é um projeto fundado em algo sólido. Isso vai agregar muito à marca, que está completando 25 anos este ano”, pontuou.

Wladmir Paulino/ Comunicação CNC

Outras notícias