Comunicação |

Notícias

Buscar notícia

Procurar

De forma emocionante, Jorge Henrique é apresentado por Kuki no Náutico

08/01/2019 ás 15:22 - Terça
Imagem

Foi uma apresentação um pouco diferente das convencionais. Geralmente o presidente, o vice ou até mesmo o gerente de futebol é quem participa da coletiva de apresentação do atleta novato. Desta vez, na apresentação de Jorge Henrique, essa missão ficou a cargo de um cara que fez dupla no ataque com o “novo” atleta alvirrubro e que agora tem uma missão fora das quatro linhas, mais precisamente na comissão técnica.

“É com um prazer imenso, que estou aqui para apresentar esse grande colega e amigo, cara que estive junto de 2001 até 2004 jogando junto. É uma amizade que se estendeu além dos gramados, chegando até a nossa família e que eu tenho um grande apreço. É um prazer ter Jorge aqui com a gente, um cara que conhece o clube. Jorge será um espelho para os atletas da casa. Foi um cara criado aqui dentro dos Aflitos e depois que saiu construiu uma carreira vitoriosa, um cara multicampeão. Só quem tem a ganhar é o Náutico e os atletas da casa”, comentou o ídolo Kuki, bastante emocionado.

Ao lado do amigo Kuki, Jorge Henrique também ficou emocionado com as palavras. 14 anos depois, ele volta a vestir a camisa do Náutico. Criado nas categorias de base do clube alvirrubro, o que não faltam são histórias com o amigo e antigo parceiro de ataque nos Aflitos.

“Trato ele como um irmão mesmo. Fico até emocionado de falar de Kuki. Aquela primeira oportunidade que ele me deu de jogar do lado dele, me deu oportunidade de ter um título, foi muito importante para mim. Mas não só isso. Aquele ombro amigo que ele me deu, aquela ajuda que me deu quando treinei pela primeira vez no profissional, me levava para a lanchonete, entre outras coisas. Devo muito mais a Kuki do que ao meu futebol”, comentou Jorge Henrique.

Treinando desde o dia 2 de janeiro, quando o Timbu se reapresentou em 2019, Jorge Henrique vive a expectativa de fazer a reestreia com a camisa alvirrubra. Há chance do atacante estar em campo no próximo dia 15, diante do Fortaleza, nos Aflitos, no primeiro jogo oficial da temporada, válido pela Copa do Nordeste. Além da competição regional, o Timbu ainda vai defender o título do Campeonato Pernambucano, disputar a Copa do Brasil e buscar o acesso à Série B do ano que vem.

“Nós temos quatro competições no ano, mas sem dúvida, para mim o mais importante é voltar para a Série B. Vamos defender o título do Pernambucano, temos a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil, temos que entrar em todas pensando na vitória, mas o principal foco é o retorno para a segunda divisão”, completou o atacante.

Henrique Barros / Comunicação CNC

Outras notícias